Manto

Espinhos de palmeiras do Cerrado fixados em papel manteiga

80 × 50 × 40 cm

2017

 

Trata-se de um conjunto de desenhos feitos com espinhos de palmeiras do Cerrado, fixados em papel manteiga. A repetição do gesto de atravessar os espinhos no papel remete ao ato de bordar e também ao de perfurar uma pele. 


 

----

Desabrochar de um modo ou de outro

Palacete 1922 (Jorge Lobato), Ribeirão Preto (SP)

Projeto realizado em parceria com o MARP – Museu de Arte Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Curadoria: Galciani Neves

Curadoria de programas públicos e do projeto educativo: Valquiria Prates

2018

 

Entrever paisagens

Galeria FAV – Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiânia (GO)

Curadoria: Marcelo Amorim

2018

Duas naturezas

Central Galeria, São Paulo (SP)

Curadoria: Daniel de Lavor e Fernanda Resstom 

2017