Risco palavra risco 

Risco palavra risco: uma conversa-escuta à biblioteca: exposição com trabalhos das artistas Renata Cruz e Simone Moraes e obras do Acervo do Museu de Arte de Ribeirão Preto (MARP) das artistas Ana Luiza Dias Batista, Ana Teixeira e Geórgia Kyriakakis. 

Oficina- imersão: encontros com a curadora Galciani Neves, com a artista Renata Cruz e com os artistas Nino Cais e Vitor Cesar.

2018

 

As obras convidam o público a adentrar à "Biblioteca Leopoldo Lima" do Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi (MARP) deambular pelo espaço do museu, experienciando um tempo de escuta, de leitura, de passar de páginas.

 

A exposição, oficina-imersão e ações foram desenvolvidas durante a Residência Biblioteca Pedro Manuel-Gismondi, 2017-2019, e tem como resultado a publicação Risco palavra Risco.

----

 

Risco palavra risco

Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Curadoria: Galciani Neves, Nilton Campos e Simone Moraes

2018

Ações de ativação:

 

 

"Risco palavra risco: oficina-imersão" é uma série de 4 encontros com a curadora Galciani Neves, com a artista Renata Cruz e com os artistas Nino Cais e Vitor Cesar. A oficina-imersão propõe experimentações e discussões sobre os diálogos entre a palavra e a construção de visualidades poéticas acerca do livro, como contexto de ação e como matéria-prima, pensando o corte, o grifo, a colagem, a aquarela e o desenho como experiências de leitura, invenção e apropriação.

Gestos e rastros dessas experiências habitarão também o piso térreo do Museu, aderindo à proposição de Luis Camnitzer: “O museu é uma escola”.

17/10/2018- “Cortes e contos” Oficina com Nino Cais

A partir de experimentos de colagem e de reflexões sobre as memórias e as narrativas que o objeto livro carrega, a oficina pretende incentivar a produção de objetos que partem do livro e que voltarão para o próprio ambiente livro.

02/10/2018-  “Folhear como coreografia, como invenção de espaços”  Oficina com Galciani Neves

A oficina propõe dar visibilidade à experiência da leitura e às relações que estabelecemos entre os diversos livros lidos. Entende-se, assim, que um livro lido atravessa, desvia, acrescenta, inverte, rompe, enfatiza (e muito mais), nossa forma de pensar e olhar o mundo. Para isso, cada participante deverá trazer pelo menos um livro lido do seu interesse, papel, canetas, lápis ou outros materiais gráficos que costuma usar.

10/10/2018- “Um livro e o livro lido” Oficina com Renata Cruz

A oficina propõe dar visibilidade à experiência da leitura e às relações que estabelecemos entre os diversos livros lidos. Entende-se, assim, que um livro lido atravessa, desvia, acrescenta, inverte, rompe, enfatiza (e muito mais), nossa forma de pensar e olhar o mundo. Para isso, cada participante deverá trazer pelo menos um livro lido do seu interesse, papel, canetas, lápis ou outros materiais gráficos que costuma usar.